crochê passo a passo

Crochê passo a passo para iniciantes

O crochê pode ser uma técnica difícil no início, por isso separei algumas dicas para te ajudar no início. Algumas dicas de caráter mais prático para te ajudar. Apesar de ser difícil e isso é fato, igualmente o crochê é uma das atividades manuais mais prazerosas para iniciantes. Com um pouco de criatividade é possível fazer qualquer coisa para sua casa. Veja o crochê passo a passo com dicas para fazer peças lindas.

Usando a criatividade é possível que você elabore tapetes, porta copos, descanso de panelas, capa para almofadas. Realmente não há limites para o que quer que você venha a imaginar com o crochê. Além de tudo isso ainda consiste em uma atividade extremamente relaxante.

Mas como mencionei acima, para que você realmente consiga produzir excelentes peças, tanto para sua própria casa quanto para pessoas próximas há algumas dicas que podem ser aplicadas para deixar o trabalho ainda melhor.

Se você está pensando em começar a fazer crochê precisa conhecer o crochê passo a passo que preparei especialmente para você. São dicas e informações necessárias para que você realmente consiga se dedicar com qualidade ao trabalho e possa progressivamente visualizar os seus avanços. Vem comigo?

Crochê passo a passo: o que você vai precisar?

Não poderia começar um passo a passo que não pelos itens essenciais para que você possa produzir as peças que sua imaginação permitir, não é mesmo? Assim sendo vamos de início a uma breve explanação sobre os itens básicos para a produção de peças de crochê.

O primeiro passo para iniciantes na técnica é montar um kit como esse. Esse kit contém os itens básicos necessários para a prática com qualidade e igualmente com tranquilidade. Dessa forma será possível produzir as lindas toalhas, tapetes, etc que você eventualmente esteja pensando nesse momento.

Dentre as principais peças temos agulhas, linhas variadas, tesouras, gráficos especialmente para iniciantes e caixa organizadora. A caixa organizadora será um item útil para guardar todos os seus pertences e sobretudo a peça que estiver trabalhando antes de finalizá-la.

Quão mais diversificada forem as suas opções de linhas, mais diversificada será a sua possibilidade de criação. Por isso o ideal é apostar em algumas cores mesmo que inicialmente.

Como escolher as linhas e as agulhas? 

Você precisará ter conhecimento para adquirir as linhas e agulhas específicas. Isso porque há uma grande variedade de modelos disponíveis no mercado e veja, cada qual é ideal para um uso diferente. Ou seja, se você comprar o modelo inadequado acabará tendo mais dificuldade para produção das peças desejadas.

O material que compõe a agulha não interfere no resultado que você terá nas peças produzidas. Dessa forma você pode optar pela agulha com o material que melhor lhe assistir. Mas o tamanho da agulha faz toda a diferença e a melhor opção é ter um arsenal bem variado de agulhas.

Ou seja, um arsenal com agulhas de diferentes tamanhos para que possa treinar suas habilidades em casa com agulhas maiores e igualmente menores. Isso te ajudará a treinar e consequentemente a se desenvolver melhor. O tamanho das agulhas varia de cinco a dez milímetros. Lembre-se de diversificar.

A grossura também deve ser diversificada. Isso porque caso uma linha seja fina, a agulha para trabalhar cm ela deve ser igualmente fina. Do contrário você não conseguirá trabalhar pontos delicados com ela. Assim como o tamanho da agulha, diversifique sua espessura.

Quão maior a diversidade disponível maior será a sua capacidade de criação.

Aumentos e diminuições de pontos 

Outra questão de caráter prático que você vai se deparar frequentemente ao analisar um gráfico de crochê para iniciantes é justamente quanto a diminuições e aumentos. Afinal, o que vem a ser isso?

Essas demarcações no gráfico são ideais para que seja possível deixar a peça do tamanho ideal para o que fora cogitado ou desenhado, como, por exemplo, um porta copo.

Nesse sentido, veja, caso você tenha acaba de realizar a produção de uma carreira de cinco pontos e a seguinte é de dez para aumentar a peça, você deverá fazê-la adequadamente para aumentar a peça. Para isso você precisará fazer ao invés de apenas um ponto em cima do anterior, dois pontos em cima do anterior na ponta da base.

Dessa maneira sua peça será aumentada de maneira proporcional. No caso da diminuição o inverso é verdadeiro e a diminuição ocorre. Na prática, é basicamente isso o que ocorre: ao invés de dar dois pontos é dado apenas um na carreira de base anterior, por exemplo.

Alguns pontos para iniciantes

Até aqui você viu algumas questões bem específicas para iniciantes, mas há aqui aspectos bem práticos também. Veja abaixo alguns pontos interessantes e fáceis para iniciantes.

Correntinha ou ponto corrente

correntinha costuma ser um dos pontos mais importantes de ser entendido/conhecido. Isso porque costuma se a base para a maioria das peças que você acabará conhecendo. Dessa maneira acaba sendo necessário conhecer e sobretudo saber realizar uma boa corrente.

Além da correntinha que pode igualmente ser mencionada com Corr, é possível realizar o ponto baixíssimo ou Pbx. Esse ponto tem como principal função ser o ponto o qual se arremata as peças, se finalizas.

A partir do ponto baixíssimo é possível finalizar a peça a partir do arremate. De qualquer maneira, se você dominar o ponto correntinha será extremamente fácil dominar o ponto baixíssimo, sendo ambos bem similares.

O ponto baixíssimo acaba sendo de extrema importância para a finalização da peça.  

Leave a Comment